Press "Enter" to skip to content

Trabalho remoto: 10 dicas para aplicar na sua empresa

Pedro Paulo Silveira 0

O trabalho remoto era uma alternativa que cada ano vinha ganhando mais adeptos, porém, um dia acordamos e percebemos que essa possibilidade tinha se convertido em uma necessidade imediata.

Até poucos meses atrás, o trabalho remoto não era uma opção para os milhões de profissionais no mundo inteiro que hoje trabalham de casa. Entretanto, em poucos dias, empregados e empregadores se esforçaram para que esse regime funcione.


Hoje, mais de um mês depois dessa mudança brusca, é possível ver os resultados da experiência que nos permite continuar otimizando a prática.


São precisamente essas lições que queremos compartilhar com você, para que o trabalho remoto traga, cada vez mais, melhores resultados. Neste post vamos mostrar 10 dicas para tirar o maior proveito dessa modalidade. Então, vamos lá!

10 dicas trabalho remoto essenciais

dicas trabalho remoto

Toda grande mudança empresarial exige uma planificação para minimizar os riscos, porém, para a atual conjuntura não houve esse tempo fundamental. A mudança foi feita como foi possível, o que faz que o tempo de adaptação seja maior.

Algumas empresas ainda estão nesse processo, se for o seu caso, não se preocupe, siga as dicas a seguir e otimize essa nova forma de trabalho.

1. Realize uma pesquisa entre os colaboradores

Cada equipe tem uma forma única de trabalho e um setor pode se adaptar melhor do que outro ao home office. Para entender melhor a dinâmica do processo é essencial fazer uma pesquisa entre os colaboradores. 

Descobrir como estão se desenvolvendo nesse novo estilo de trabalho e quais são seus maiores desafios é imprescindível para orientá-los a otimizar o teletrabalho. Além disso, você terá um parâmetro, e assim, será possível descobrir se o trabalho remoto pode ser uma opção permanente para sua organização.

2. Crie uma agenda pública

É importante que não apenas os líderes conheçam a escala dos trabalhadores. No trabalho remoto, todos os colaboradores devem saber qual é a agenda dos líderes e dos colegas, dessa forma, a comunicação será mais efetiva.

A agenda pública permite que todos saibam qual o melhor momento para contatar um membro da equipe, facilitando uma comunicação mais fluida.

3. Escolha as ferramentas adequadas para o trabalho remoto

O desenvolvimento tecnológico que temos atualmente é o que fez possível essa rápida transição. Entretanto, muitas empresas ainda não estão utilizando todos os recursos para otimizar o trabalho remoto.

Existem ferramentas que podem ajudar, e muito, ao sucesso do home office. Por isso, não se limite a continuar utilizando apenas aquelas que eram úteis no escritório. 

Descobrir quais são as melhores opções só será possível entendendo as necessidades de cada uma das equipes. No entanto, alguns recursos podem ser úteis para todos os setores. 

Há inúmeras ferramentas que podem atender as mais diversas carências. Plataformas e aplicativos para fazer reuniões por voz, conferências, compartilhamento de tela ou de documentos, administrar o fluxo de trabalho e o controle dos projetos, entre outros.

Não devemos nos limitar à procura de recursos completos, existem ferramentas simples que satisfazem necessidades pontuais e não requerem grandes investimentos. Por exemplo, para sessões colaborativas pode ser utilizada uma ferramenta simples, o mural.co, que funciona como um quadro branco onde os participantes podem interagir. Também tem o cuckoo.teem, um temporizador de produtividade para equipes que trabalham à distância.

4. Nunca deixe de buscar novas ferramentas

A tecnologia se renova todo dia, por isso, é preciso estar atento às novidades. Toda vez que surge um novo obstáculo procure uma nova solução tecnológica para superá-lo. Além disso, se com o tempo uma das ferramentas que você utiliza deixa de atendê-lo totalmente, teste outra.

As opções são tantas que sempre haverá algum recurso que possa satisfazer suas necessidades com precisão, só deve procurar.

5. Otimize a comunicação interna no trabalho remoto

Manter uma boa comunicação interna à distância pode ser um desafio para alguns, mas é uma necessidade primaria. Existem ferramentas específicas que podem ajudar, porém, deve se otimizar seu uso.

A comunicação à distância pode ter mais ruídos do que um diálogo real, portanto, é imprescindível que os líderes tenham consciência disso e deem uma atenção especial à prática. 

As orientações e instruções devem ser claras e objetivas. É primordial que o colaborador saiba se o fluxo de trabalho mudou ou se existem novos procedimentos.

Mesmo trabalhando remotamente os colaboradores não devem se sentir sós.

6. Dê autonomia aos colaboradores

Os colaboradores têm que estar cientes das metas a cumprir, porém, devem ter autonomia para isso. 

Tentar ter um maior controle das atividades durante o período de trabalho pode ser uma prática negativa. É importante ter confiança nos profissionais, assim como eles devem ter confiança nos seus líderes.

7. Fortaleça sua cultura organizacional

Quando não se está dentro da empresa é muito fácil se esquecer da cultura organizacional, algo que você não pode deixar acontecer.

Os valores da cultura organizacional devem ser mantidos nas comunicações internas e no fluxo de trabalho, mesmo à distância. Para isso o acompanhamento e o apoio do líder são primordiais.

8. Continue cuidando dos seus colaboradores

Sabendo quais são os maiores desafios dos seus colaboradores é possível orientá-los para que possam superar os obstáculos.

Recomendações sobre ergonomia, melhora de produtividade e até pausas para um alongamento, são práticas que devem estar presentes no home office.

O lado humano no trabalho remoto pode passar desapercebido, porém é fundamental que esteja presente. Entenda suas dificuldades, e ajude a superá-las. Nesse momento pelo que passamos é importante que os trabalhadores se sintam acolhidos pela organização para que trabalham. Por isso deve demonstrar que se preocupa.

9. Mantenha a equipe motivada no trabalho remoto

A motivação da equipe é muito importante em todo momento, mais ainda em tempos de crise. Nesse período, o estresse está presente no dia a dia dos colaboradores e depende da atitude dos líderes mantê-los focados no trabalho.

Para isso, o líder deve se mostrar positivo e inspirar a sua equipe com o exemplo, como? Vestindo a camisa da empresa, arregaçando as mangas e pegando no pesado.

10. Marque reuniões para dar e obter feedbacks

As reuniões são fundamentais para o sucesso de um projeto, para o home office não é diferente. O feedback dos colaboradores deve continuar como sempre foi, mas agora, mais do que nunca, também é importante pedir a opinião deles. 

Tomar a iniciativa para disponibilizar uma solução pode ser mais difícil à distância, por isso, converse com eles, quem sabe podem oferecer uma alternativa, baseada na experiência, para contornar o problema de outros colaboradores.

Se você ainda tem dúvidas sobre como aplicar essa modalidade de trabalho, separamos esse conteúdo do Runrun.it complementa o nosso conteúdo.

O trabalho remoto pode trazer muitos benefícios para uma organização e seus colaboradores. A liberdade que dá para os trabalhadores se reflete em melhores resultados. Além disso, as vantagens para a empresa não se limitam à redução de gastos e aumento de produtividade. Todos podem sair beneficiados com o home office, inclusive, o meio ambiente. Por isso aproveite a experiência, faça sua análise e descubra quanto essa modalidade pode colaborar com o desenvolvimento da sua organização.

Agora nos conte, como está sendo sua experiência? Você acredita que essa modalidade possa ser implantada no futuro da sua empresa?

Deixe seu comentário, estamos ansiosos para ler a sua opinião!

Pedro Paulo Silveira
CTO e Co-fundador

Compartilhe esse artigo nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *